Lletres Asturianes

Português de Expressão Mirandesa: contiguidade na aldeia de Avelanoso

Manuel Duarte João Pires

Resume

A análise do português falado na aldeia raiana de Avelanoso, concelho de Bumioso, revela várias similaridades entre este locolecto e o mirandês, variedade ásturo-leonesa falada em quase todas as aldeias do concelho de Miranda de l Douro, com exceção de duas, Atenor e Teixeira, e em três aldeias do concelho de Bumioso, Bilasseco, Angueira e Caçareilhos (A. Ferreira, 2010). Com base em estudos sobre o mirandês, sobretudo no de Barros Ferreira (2001) acerca da situação e delimitação linguística, e numa abordagem metodológica qualitativa fundada em entrevistas recolhidas na referida aldeia, pretende-se verificar se os traços característicos e distintivos do mirandês se também se encontram no falar das gentes de Avelanoso. Neste artigo analisam-se as particularidades do falar desta comunidade do Nordeste Trasmontano através da preservação, reflexão e reconstrução da memória no contexto da história oral (Bosi, 2003). A análise revela que o português de Avelanoso — aldeia que, no passado, pertenceu ao território administrativo da Tierra de Miranda — apresenta vários traços considerados como sendo distintivos do mirandês. De acordo com os resultados, as afinidades e os vestígios descortinados — que não fizeram objeto de pesquisas anteriores — o presente estudo defende que efetivamente se falou mirandês nessa aldeia transmontana.

Pallabres clave

Português, Mirandês, Avelanoso, Mudança social e linguística.

Artículu en pdf Descargar en PDFCompartirCorreoFacebookTwitter
Lletres Asturianes
Academia de la Llingua Asturiana
C/ L’Águila 10
33003 Uviéu
T. +34 985 211 837
www.academiadelallingua.com
ISSN (versión dixital): 2174-9612
ISSN (versión impresa): 0212-0534
Depósitu Llegal: U-826/82
© Academia de la Llingua Asturiana